A importância da gerência para o sucesso da Política de Segurança Interna

Posted by
LinkedIn
Facebook
Facebook
Twitter
Google+
https://blog.g4s.com.br/importancia-da-gerencia-na-seguranca-interna/

Gerência e diretoria exercem um papel fundamental para que a política de segurança interna seja bem sucedida. Saiba mais!

 

A importância da gerência na segurança interna

 

Os protocolos e políticas em prol da segurança interna de uma empresa são essenciais para tornar o ambiente seguro. A utilização de regulamentos e a obediência a regras coletivas ajuda na assimilação e no cumprimento dos procedimentos. Os cargos de gerência e diretoria exercem muita influência nesse resultado, positiva ou negativamente.

Encontrar meios de convencer os profissionais de que a segurança é uma responsabilidade coletiva e, por isso, exige a participação de todos, pode ser um problema. Porém, abordando alguns pontos interessantes, é possível transformar esses profissionais em aliados da segurança.

 

Relacionamento coletivo

 

É importante que gerentes e diretores tenham um relacionamento saudável com suas equipes e entre si. Com isso, o comportamento seguro e as informações sobre o regulamento podem ser replicadas pelo gerente direto para seus colaboradores imediatos. Por isso, é uma boa ideia acompanhar de perto problemas recorrentes (como reclamações constantes de colaboradores) para identificar falhas de comunicação e corrigi-las o mais rápido possível.  

 

Investimento e informação

 

Uma estratégia interessante para lidar com a gerência é compartilhar com esses profissionais os valores investidos em segurança no último período. Uma reunião de apresentação, demonstrando quais os pontos de melhoria, pode ajudar a dimensionar a importância que a empresa dá à segurança – e, com isso, reforçar a necessidade de envolver a todos para tornar o ambiente seguro.

 

Autoridade e respeito

 

A equipe de segurança terceirizada, responsável por áreas como vigilância, portaria e estacionamento, deve ter autoridade para garantir o andamento da operação. É importante que isso esteja claro para diretoria e gerência, para que não hajam constrangimentos de ambas as partes. Respeitar o profissional de segurança e dar a ele a autoridade necessária para agir (independente do cargo do colaborador) ajuda a demonstrar que as regras valem para todos que circulam na empresa.

 


 

Quer saber mais sobre isso? Confira esses e outros tópicos na “Planilha de Passo a passo para a Política Segurança Interna”, desenvolvida pela G4S! Preencha o formulário abaixo e baixe agora mesmo!

* Esses campos são obrigatórios.


Leia também: